O paradoxo da tolerância

O filósofo Karl Popper definiu o paradoxo da tolerância em 1945 no volume 1 do livro The Open Society and Its Enemies: “Menos conhecido é o paradoxo da tolerância: tolerância ilimitada leva ao desaparecimento da tolerância. Se estendermos tolerância ilimitada até mesmo para aqueles que são intolerantes, se não estivermos preparados para defender a sociedade tolerante contra a investida dos intolerantes, então os tolerantes serão destruídos, e a tolerância junto destes.” Ele concluiu que estamos permitidos a recusar a tolerância à intolerância: “Nós devemos portanto declarar, em nome da tolerância, o direito de não tolerar o intolerante.” Em 1971, o filósofo John Rawls concluiu, em A Theory of Justice, que uma sociedade justa deve tolerar o intolerante, do contrário, a sociedade seria então si própria intolerante, e portanto injusta. Entretanto, Rawls também insiste, como Popper, que a sociedade tem um direito razoável de auto-preservação que supera o princípio da tolerância: “Ao passo que uma seita intolerante não possui pretexto para reclamar de intolerância, sua liberdade deve ser restringida somente quanto os tolerantes, sinceramente e com razão, acreditam que sua própria segurança, e daquelas instituições da liberdade, estão em perigo.” Em um trabalho de 1997, Michael Walzer indagou: “Devemos nós tolerar os intolerantes?”. Ele nota que a maioria dos grupos religiosos minoritários que são beneficiários da tolerância, são eles próprios intolerantes, ao menos em alguns aspectos. Em um regime tolerante, estas pessoas podem ter que aprender a tolerar, ou ao menos comportar-se “como se possuíssem esta virtude”. (Wikipedia)

Postagem feita no Instagram em 22 de setembro de 2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s