A soleira da porta

🚪 Ef 2, 15

Desse modo, ele queria fazer em si mesmo dos dois povos uma única humanidade nova pelo restabelecimento da paz

☯️ Temos uma necessidade primal de enxergar as coisas de modo dual, branco e preto, bem e mal, masculino e feminino, divino e humano, dentro e fora, em cima e embaixo, direita e esquerda.

O limiar entre essa dualidade é a divisão, o diabolos (διάβολος), o daemon (δαίμων), o gênio da lâmpada que transita entre os extremos que insistimos em criar para compreender uma realidade que transcende à essa dualidade, e que damos a aparência e essência mais pesada e pior possível, de medo em atravessar.

Quando passarmos a compreender melhor que há mais cores entre o branco e preto do que mais de 50 tons de cinza, do que um arco-íris inteiro, talvez tenhamos a aptidão em aceitar melhor e retirar preconceitos com questões limiares em que não se é nem de um time e nem de outro, mas do jogo, seja jogador, espectador, juiz, assistente ou técnico. Há muitos ali se divertindo, outros preferem competir.

🌈 Malone

Música 👀: Break on Through, The Doors

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s