Força da vontade

🌱 Isa 55, 10-11

Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não volvem sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer, assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado minha vontade e cumprido sua missão”.

🌾 A palavra uma vez dita precisa buscar seu propósito ao ter sido emanada. A vontade expressa em sortilégios, benção, maldição, desejos, planos, ou como for, busca formas de ser atingida, e os ciclos como isso ocorre, se observados, passam por etapas, aquecimento, evaporação, condensação, destilação, até que volte mais pura de onde veio. Nossas palavras e vontades chovem, irrigam, ou envenenam, dependendo de como as emanamos.

🌊 Malone

Música: Water Cycles, Ocean Waves for Yoga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s