O Banquete

🍽️ Sl 112/113

Levanta da poeira o indigente e do lixo ele retira o pobrezinho, para faze-lo assentar-se com os nobres, assentar-se com os nobres do seu povo.

🎩 Na obra “O banquete”, de Platão, sete filósofos discorrem sobre Eros, os aspectos duais e suas oposições, as formas de se compreender o amor, até que Sócrates revela a presença na falta, o desejo pelo que não se possui, e a busca pelo que se quer ser ao se amar, as ilusões contidas nessa busca.

Quantos há que não são sequer convidados a esse banquete, que não possuem nem mesmo o desejo por essa busca, pois não podem se assentar à mesa dos famintos, dos sedentos, dos ávidos pela busca de si mesmos, pois não aprenderam a ter fome e sede de algo mais que comida e bebida.

Já Carrol mostra uma rainha narcisista que corta cabeças, enquanto a busca pelo caminho passa pelo banquete do chapeleiro. E cá estamos com a rainha de copas no bolso (não seria a de espadas ou ouros?), tentando entender onde vai dar a toca do coelho…

Escolha seu banquete, boa fome!

Malone

Música: Alice’s Theme, Danny Elfman

Imagem: cena do filme Alice no país das maravilhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s