Amigo

Um caminho para o abrigo
Sentimentos que transitam
Nas sendas há perigo
Mas os medos não espreitam

Quando tento e não consigo
Tenho com quem contar
Se peço, não sou mendigo
Pois há espaço pra escutar

Um parceiro que bendigo
Companhia de tempos atrás
Mesmo os novos estão comigo
Carrego amores, vida, paz

Tem o seguro, e tem o pródigo
Há o que fala e o calado
Há o novo e o antigo
O tímido, e o que é "dado"

Cada um tem seu testigo
Uma história diferente
Pra outros eu só desligo
O julgamento da mente

Mas é certo que contigo
Sempre estão os que te amam
Se tiver que ir longe eu sigo
Me encontrar com os que somam

Quando me for, no jazigo
Pode ser que nem tenha flores
Mas as lágrimas de um amigo
Quero que lhe tragam cores.

Malone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s