Dialética de Babel

Em nossa busca pelo conhecimento, vamos colocando cada tijolo de saber, um sobre o outro, na intenção de nos elevarmos como indivíduos e socialmente. Quando essa gama de conhecimentos chega em determinad altura, há discrepância de compreensão entre os que se utilizam dela, e cada um começa a ter sua linguagem distinta sobre o que vê, e então partes dela são destruídas para que novas sejam elevadas.

Saber lidar com a destruição é tão nobre quanto construir. Não há uma sem a outra.

Malone

(texto escrito a partir das reflexões do filósofo Caio Ribeiro Chagas).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s