Herança

Quem cremos ser, pode não ser quem somos. Somos a soma do que nos disseram pra ser. Nossas escolhas são por vezes moldadas por falas ancestrais herdadas.

Sonhos não cumpridos de quem veio antes, que nos fazem deixar de seguir os nossos próprios desejos por amor, por nossa necessidade de pertencimento a esse grupo acolhedor e de proteção que é a família. Nos tornamos quem achamos que desejaríamos ser, sem perceber o condicionamento.

Pode ser difícil descobrir o que de fato queremos e o quanto queremos. Talvez a melhor saída é descobrir e elencar, e respeitar, o que sabemos que não queremos.

Excluir o que não se quer (mesmo sem saber o que de fato queremos) talvez seja o melhor caminho para encontrarmos nossa verdadeira vontade, nossa essência.

Malone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s