Vampiro

Vampiro ágil e fugidio
Que suga sangue e tira a paz
Voa sem rumo ao alvedrio
Sorrateiro e tenaz

Em câmaras, plenários, até na feira
Busca votos, diz que faz
Zune e tenta pegar beira
Toma um tapa e ali jaz

Incomoda, provoca, surta
Tira o sono e faz coçar
Se alimenta do que furta
E se furta sem se notar

Abestado mocorongo
Maldito cabeçudo
Zoado e tantã
Que música horrível toca!

É pernilongo
Ou borrachudo
Carapanã
Muriçoca

Infeliz vampiro alado
Deita, rola, pinta o sete
Em repelente viciado
Morra frito na raquete!

Malone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s