Paixão

A paixão avassaladora, o amor à primeira vista, esse fogo ardente, tem como fagulha inicial os gatilhos da criança ferida da infância, que busca por amparo, e usualmente vê no outro um salvador, crê que o espelho posto à frente, e que mostra o lado ainda oculto da própria personalidade, é a solução perfeita para as questões incompreendidas.

É importante, quando nos deparamos diante desse calor, buscar o adulto interno, acalmar a criança, e dar a segurança que ela busca, a partir de si mesmo.

Somente equilibrados internamente é que temos segurança em derramar para o outro o que temos de melhor.

Iniciar uma relação com a criança carente e desamparada dura um tempo e acaba, quase sempre, não muito bem.

Somos o nosso próprio agente de mudança, e as chaves que parecem estar fora, são encontradas e abrem portas, tudo dentro de nós mesmos.

Mundo mundo, vasto mundo,
O outro é um parceiro de jornada,
Raimundo, e não uma solução.

Malone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s