De Profundis

⛏️ Sl 129/130

Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz!

🧬 Qual a profundidade da alma? Qual a largura? Há dimensão espacial? Conjecturas que nos fazem refletir sobre o quanto nossas experiências dão amplitude à nossa percepção. Uma vida cheia e entulhada de coisas num espaço pequeno não permite a visão de nada inteiro, apenas partes. Quando criamos espaço, damos profundidade, podemos ter mais visão de cada coisa. Dar um passo atrás permite ver um quadro, escultura, obra de arte, de outra forma, e compreender melhor o artista por trás da obra. É do fundo do poço que somos forçados a olhar pra cima, e se compreendermos o valor do espaço vazio, veremos que o poço nunca existiu, sempre fomos um com o todo, não há fora.

💫 Malone

Música: De Profundis, Paul Hillier

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s