Nervo

🦵🏼 Gn 24, 2-3 – Abraão disse ao servo mais antigo da sua casa, administrador de todos os seus bens: ‘Põe a mão debaixo da minha coxa e jura-me pelo Senhor…

🦶🏼 O nervo ciático e o piriforme passam pela coluna e se irradiam pela parte traseira do corpo até os pés (o primeiro), e próximo a eles, pela fáscia muscular, caminham meridianos importantes. O ciático tem como trajeto, os meridianos Yin, a energia “escura”, mais sombria, se comparada com a Yang, que passa pela frente, mais solar, expansiva. Dos 365 nervos, esse seria tido como um ponto fraco, um dia do ano mais fragilizado, mais sombrio, o 9 de Av, Tisha Bav, que esse ano recai ao por do sol de 17 de julho. Um dia de jejum e recolhimento, yin, para o judaísmo.

Jacó teve esse nervo pego pelo anjo, e Abraão pede um juramento com a mão nele, o que remete à essa energia mais de recolhimento, ou seja, que meu elo mais frágil seja fortalecido, que no dia de mais recolhimento do ano, ou na fase mais sombria da vida, eu tenha um acordo, uma aliança, uma fortaleza que me sustente, que possa contar com um alento.

Cuidar de nosso exercício diário, alongar-se, caminhar, permitir que a panturrilha esteja saudável e não se encurte, e que a postura não permita o pinçamento do nervo, são meios de manter o ciático em forma. Na vida espiritual, da mesma forma, esse exercício diário impede que nossas sombras nos façam recair em dores. A flexibilidade espiritual é uma ferramenta de equilíbrio entre nossa sombra e luz.

🏃‍♀️ Malone

Música: Chants and Elegies for Tisha B’Av, Schola Hebraeica e outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s