Ansiedade

Se imagine deitado/a, são por volta de 4 da manhã e venta, uma porta está batendo e o/a acorda.

Você ao mesmo tempo que lida com o susto, também cria coragem para sair da cama e ir fechá-la. Decide esperar ela bater outra vez e então irá se levantar.

Ela não bate. Apenas quando o vento ficar forte o suficiente novamente para empurrá-la. Então você titubeia: será que ela irá parar e poderá dormir novamente, ou é melhor ir fechá-la apropriadamente para não bater mais?

Essa espera pode durar segundos, minutos, ou não ocorrer. Mas você não dorme, continua esperando, imaginando o som dela batendo para que seja impelido/a a se levantar, e então se dá conta: seu coração acelerou, seu corpo está desconfortável na cama, o sono começa a ir embora e sua mente está pensando várias coisas.

Nesse momento não estamos mais no presente. Não há mais foco na porta parada, ou nela se movimentando suavemente sem bater, nem no conforto da cama, nem no estado de torpor de sono.

Tudo o que está no presente foi açambarcado, diluído na imagem da expectativa futura do som da porta batendo. A imagem de uma futura batida causada pelo vento carregou toda a paz para algo que só existe na imaginação. A porta não bateu mais, ela está na dela e você na sua, mas não ficou com isso, ficou preso na imagem do que ainda não existe.

A ansiedade faz isso, nos rouba do presente e nos retira da realidade, levando-nos para algo que, de tão certo como expectativa, acaba sendo criado e nos direciona para lá, não sem antes nos retirar de nosso centro, de nossa leveza. Perdemos o presente em troca de algo que não existe, mas que há de existir para que tenhamos razão em dizer, “eu sabia”! Como se isso valesse a paz que demos em troca.

A porta bate enfim, você se levanta satisfeito/a pois tinha certeza de que isso ocorreria, a fecha, e volta para dormir, ou para pensar em quê irá lhe tirar do presente novamente.

🚪Malone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s